Sintra, a pequena e charmosa vila portuguesa

Depois de muito pensar sobre qual local seria o tema do primeiro post de viagem no seu sentido próprio (percorrer, visitar, sair de onde você mora) resolvi escrever sobre Portugal. Mais precisamente Sintra! Você deve estar pensando: nossa, não é nem a capital, nem a segunda maior cidade (oi, porto, oi mô!), o que esse lugar tem de interessante?

20140728-223621-81381826.jpg

Realmente, Sintra não é nem uma cidade, ela é uma vila super charmosa que fica na Grande Lisboa. Ela é tão pequena, que você conhece em um dia. Normalmente, os roteiros tradicionais saem de Lisboa para Sintra e foi isso que fiz. Peguei o trem na estação Rossio em Lisboa, mas qualquer uma que tenha ligação com o Metro, terá a linha para Sintra. O ticket poderá ser comprado na máquina ou diretamente com a pessoa no balcão. Os trens saem de 30 em 30 minutos, a passagem custa 2,15 euros e a viagem dura um pouco mais de meia hora. Não tem erro, é super fácil.

20140728-222240-80560424.jpg

Chegando em Sintra, o melhor jeito de circular para conhecer tudo é pelo ônibus que fica já na saída da estação. Você pode usá-lo quantas vezes você quiser. O ônibus te leva a todos os pontos importantes do local e é super confortável.

Primeira parada obrigatória: Palácio da Pena. O palácio é diferente de tudo que eu já vi, ele é colorido, tem uma vista linda e o estilo dele não tem nada parecido com os castelos franceses ou alemãs tradicionais, de conto de fada. Normalmente os palácios europeus tradicionais viram museus com quadros importantes (ex. Versailles) e não mantém as mobílias da época em que ainda viviam reis e rainhas ali. Nesse caso, foi diferente, está tudo intacto! Então você pode ver a cama onde eles dormiram, a louça que eles usavam e onde os pomposos bailes aconteciam. Moraram ali a filha de Dom Pedro I, Rainha Maria II com seu marido Fernando, quem comandou as obras e requereu um castelo extravagante. Os meus pontos altos são: o quarto da Rainha (vista espetacular!), o salão de baile e a sala árabe. A visita para ver todo o Palácio dura no mínimo uma hora e custa 7 euros. O horário de funcionamento é de 16 Set -30 Junho 10.00 – 17.30 / 01Julho – 15 Set 10.00 – 19.00 e a última entrada ocorre 1 hora antes do horário de fechamento.

20140728-222609-80769918.jpg

20140728-222718-80838568.jpg

Logo abaixo do Palácio, tem outro Castelo, chamado Castelo dos Mouros, datado do século VIII, que se encontra em ruínas. Se pode andar nas muralhas e admirar a bela vista, mas não demanda muito tempo. O ingresso custa 3,50 euros e o horário de funcionamento 9h30 – 18h00
e a última entrada às 17h00.

Pegando o ônibus novamente, ele te levará até o centro da vila onde tem outro palácio. O Palácio Nacional de Sintra não tem uma arquitetura tão exótica que nem seu irmão do alto da serra, nem mesmo jardins como Versailles, mas isso não significa que ele não tenha seu charme. As duas chaminés são vistas de qualquer parte da vila e ele foi residência oficial da coroa portuguesa ate 1880. Na parte interna, ele é recheado de salas com mosaicos, desenhos e pinturas de várias formas, cores, tamanhos e temas, – inclusive aves como cisnes e pegas (em homenagem as fofoqueiras!) – mas dois lugares são especiais, a Sala dos Brasões, com seus azulejos nas paredes e teto majestoso e a Capela, que tem até hoje o teto original datado do século XIV. A visita dura no mínimo 1 hora, o ingresso custa 4 euros e o palácio está aberto das 10h00 às 17h30 e a última entrada às 17h00, todos os dias menos quarta-feira.

20140728-222924-80964965.jpg

Passeando pelo centro você encontrará várias fontes lindinhas, a câmara municipal e a agência de correios decorada com azuleijos. Entretanto, há um lugar perto do Palácio Nacional, chamado Casa da Sapa. Não, você não leu errado, caro leitor. Casa da Sapa é um café super aconchegante que tem como especialidade os doces típicos de Sintra, as famosas queijadas e os travesseiros, acredite você vai querer mais de um. O primeiro é feito de queijo com canela e o segundo é folhado de amêndoas, tudo de comer ajoelhado como se diz aqui em Minas.

Um fato interessante é que a vila inteira é considerada patrimônio da Unesco, por isso, está tudo muito bem conservado e limpo. Acabando o dia, pegue o trem de volta para Lisboa e coma aquela bacalhoada (para quem não come, assim como eu, os restaurantes de Portugal oferecem muitos pratos deliciosos!) e tome aquele vinho delicioso.

20140728-222410-80650475.jpg

Deu vontade de ir? Espero que tenham se interessado! Alguém já foi também? Compartilha comigo sua experiência, vou amar!

Anúncios

5 comentários sobre “Sintra, a pequena e charmosa vila portuguesa

  1. Tetê disse:

    Amiga,

    Escolha maravilhosa para inaugurar as viagens no blog! Lembro que o que mais gostei de lá foram as portas das casinhas, decoradas com flores, de cores variadas e cada uma com uma maçaneta mais mirabolante. As arquiteta pira! E nem me lembre do travesseiro… Gente, o travesseiro! Só de pensar meu estômago se contrai e reclama de saudades. 😦 Eu acho que não preciso falar mais nada – Sintra é amor!

    Love you!
    Beijinhos

    Curtir

  2. Mah disse:

    Amei, como sempre! Um post especial, em um dia especial 😉
    Aposto que quando vc esta escrevendo todas as lembranças e coisas boas veem na sua cabeça! Viajar e conhecer é uma delicia. E ter historia pra contar, é melhor ainda! Reviver essas lembranças sempre faz bem a nossa vida ❤
    Estou adorando amiga! Ja falei para um tanto de gente vim ver as suas dicas!
    Te amo Gata
    Beijos! Sdds infinitas

    Curtir

  3. disse:

    Amiga!
    Adorei o seu blog! Foi uma ideia muito legal para você expor todas as suas experiências e dividir com as pessoas importantes para você!!
    Esse post de hoje foi especial para mim, afinal semana que vem estarei em Portugal! Vou seguir todas essas dicas e assim que chegar te dou um feedback!
    Sucesso no blog!!!
    Beijos ! ❤

    Curtir

  4. Carla disse:

    Deu muita vontade de ir!!! Com certeza vou incluir no meu roteiro de viagem para Europa.
    Amiga, o texto está uma delícia de ler. Mil vezes parabéns! Não é atoa que está cheia de acessos, internacionais inclusive.

    Te aminho!!

    Curtir

  5. Du disse:

    Amigaa parabéns pelo blog, está lindo!! acho que os lugares mais especiais que visitamos são as cidadezinhas! Nada como uma grande capital, mas na hora de ver como é realmente a vida naquele país, essas mini cidades nos contam muito mais!!

    Beijoss

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s