Day 4 (e último!) – Curitiba

Somente no último dia resolvemos alugar um carro, porque como disse tínhamos pensado em pegar somente o ônibus, mas percebemos que em 4 pessoas o melhor seria o carro. Por isso, conseguimos fazer mais coisas e aproveitamos bastante o último dia.

A primeira parada me surpreendeu e muito! O Memorial Ucraniano não estava nos meus planos, mas admito que iria perder muito se não fosse. Que lugar lindo! Ele traz uma felicidade, uma paz inexplicável. O Memorial é localizado no Parque Tingui e é uma homenagem ao centenário da chegada dos pioneiros da etnia. A parte central é igreja réplica da Igreja de São Miguel, na Serra do Tigre em Mallet.  Uma coisa muita especial que aprendemos lá, da cultura Ucraniana é a Pêssanka, que é um presente dado a todos que queremos bem e nos “ovinhos” são retratados apenas os sentimentos mais genuínos!  As fotos ficaram lindas!

IMG_8291

A réplica da igreja… Não é lindinha?

IMG_8315

Nossa Pêssanka de amor…

Almoçamos no Madalosso, o maior restaurante das Américas de acordo com o Guiness Book. O restaurante abriga um total de 4.645 lugares e tem uma área total de 7.671 metros quadrados. Chocados? Podem ficar mesmo, porque é ENORME. Entretanto, infelizmente, não gostamos nem um pouco da comida. O restaurante é um rodízio de massas, mas não gostamos muito delas e não tinha uma grande variedade de molhos, inclusive não tinha quatro queijos (pasmem…). Acho que se deva conhecer o local, mas não é necessário comer lá. Ah! Não peça a sobremesa, que sinceramente, nunca comi algo tão ruim. Antes que vocês pensem que era uma sobremesa louca e diferente, já digo que era um petit gateau clássico!


Depois do almoço, tentamos subir na torre panorâmica, mas a fila estava enorme e desistimos. Seguimos para o Bosque do Papa ou Memorial Polonês, O Memorial da imigração polonesa é composto por sete casas feitas de troncos encaixados e foi inaugurado em 1980, logo após a visita do Papa João Paulo II a Curitiba. Uma gracinha também…

Uma das casinhas do Bosque

Uma das casinhas do Bosque

À noite, somente eu e o Victor decidimos sair para jantar. Fomos em 3 restaurantes diferentes de massa e todos eles não tinham pratos individuais somente duplos. Eu não tenho que evitar leites e derivados e o Victor não gosta muito de molho vermelho, além de ter sido sexta-feira santa, no qual não comemos carne. Assim, ficou impraticável comer em algum restaurante italiano. Acabamos aonde? No shopping, claro e comemos mal também… Restaurantes de Curitiba, somente o Madero foi bom, porque o resto… Péssimos.

É o post final de Curitiba, gostaram? Me contem depois!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s