Nosso hotel em Buenos Aires 

Quem me conhece sabe como eu amo futebol. Eu torço para o Clube Atlético Mineiro, ou, para os íntimos, o galo mais lindo do mundo. Vocês devem estar pensando, o que isso tem haver com o nosso hotel em Buenos Aires, certo? Ganhamos de presente o Hotel Boca Juniors by Design (obrigada!), que é o único hotel temático do mundo que tem como tema um único clube. 

Boca
Para aqueles que não sabem, o Boca Juniors é um grande clube argentino, que tem muitos títulos e torcedores apaixonados. Seu estádio, La Bombonera, é umas das atrações de Buenos Aires (inclusive falarei dele em outro post!) e não é muito grande não, mas é muito íngrime, o que o torna um grande caldeirão!
Voltando ao hotel, a decoração é toda nas cores do clube, amarelo e azul. As portas dos quartos são jogadores famosos do clube, como o Maradona, o Tevez ou o Riquelme, que foi o nosso. Além disso, existem TVs por toda parte passando 24 horas por dia, 7 dias da semana futebol. As dependências do hotel são completas, com uma piscina aquecida, jacuzzi e sauna.
O quarto é excelente! Enorme e muito confortável. O café da manhã também é incrível, bem completo, com frutas, pães, yogurt e claro, medialunas (ou croassaint) com muito doce de leite! Os funcionários são bem atenciosos e dispostos a ajudar. Compramos água em um Carrefour e foi tranquilo, além de termos comprado pizza e eles forneceram os pratos e os talheres.
Na verdade, o que mais amei no hotel foi a localização. O hotel é super novo, mas fica na parte antiga da cidade. Em muitos blogs, as pessoas indicam ficar em Palermo que é a parte mais badalada da cidade, mas não me arrependo mesmo de ter ficado em San Telmo e explico porque. Eu e o Victor queríamos “turistar” mesmo e conseguimos fazer muita coisa a pé. Além disso, existem vários Subte (o nosso bom e velho metro…) bem pertinho do hotel com várias linhas diferentes.
Para quem for para BsAs eu super indico esse hotel. Mas me contem, o que vocês acharam? Ficariam no hotel?
Anúncios

Porque existe muita comida boa no mundo…

Quando eu viajo, eu gosto de ir estudada sobre o lugar no qual eu estou indo, inclusive sobre a comida típica do local. Quem não ama uma boa comida? Eu, particularmente, adoro sentar em um lugar e aproveitar uma boa refeição. Por isso, separei alguns países, nos quais visitei e amei a comida, para comentar. Além disso, vou comentar onde encontrar as delícias aqui mesmo em BH e as comparando com as originais.

Argentina

Podemos ter nossas desavenças com nossos hermanos, mas temos que admitir que eles tem uma culinária incrível! Um país que tem como comida tradicional, o churrasco, as empanadas, o dulce de leche, o alfajor não há como não amar, nem que seja um pouquinho. Quem for a Buenos Aires e quiser comer um bom churrasco, indico o Restaurante Siga La Vaca, é rodízio e o preço é ótimo, até porque nossa moeda é valorizada que a deles. Em relação as empanadas, eu não tenho um local específico, todos são bons. O dulce de leche e o alfajor também são encontrados em qualquer lugar, restaurantes ou supermercados. Aqui em BH, churrascarias não faltam, mas tem um local que está sendo super comentado chamado Parrilla Los Hermanitos, no São Pedro. Não conheço, mas ouvi dizer maravilhas! Em relação as Empanadas, gosto muito do Ayres Empanadas Argentinas, no Sion e a Pizza Sur, no Cruzeiro ou em Lourdes, todos muito bons!

IMG_0357.JPG

França

A comida francesa está tão presente em nosso dia a dia que muitas vezes nem percebemos que é típico de outro país. Quem não ama um bom croissant, suflê ou crepe? Entretanto, os meus favoritos são os doces, e como os franceses são bons nisso! Mil Folhas, Crème Brûlée, Macarons e Profiteroles são apenas alguns exemplos. O restaurante francês mais famoso em BH é Taste Vin, no Lourdes, com seus famosos suflês. Outro famoso, que eu fui com o Victor e amamos, é Mes Amis, também no Lourdes. Um novo, que eu nao conheço, mas estou louca para ir é o Au Bon Vivant, no Cruzeiro. O Ah! Bon também oferece boas opções de lanches e doces, mas a qualidade lá está oscilando muito (os macarons de lá são bem gostosos, mas nem chegam aos pés de Laudurée, mas isso só em SP ou na Europa! #triste).

IMG_0352.JPG

Bélgica

A Bélgica foi um dos lugares que mais me surpreenderam positivamente e a comida não foi diferente. Vocês devem estar pensando: o que tem na Bélgica de tão gostoso? O chocolate (#godiva) e as cervejas a maioria de vocês já ouviram falar, mas poucos sabem que os Waffles e a batata-frita são originários de lá. Quem for a Brugges não deixe de comer a batata-frita no carrinho que fica Grote Markt (praça principal da cidade, não tem erro!), que é considerada a melhor do mundo. Já os waffles, em Bruxelas tem uma loja a cada esquina, todas ótimas! Outra coisa que eu amei foi a “Flamish Meat”, um lagarto com um molho de cerveja preta, que comemos em Brugges, em um restaurante em frente ao Belfort, também no Markt, quem quiser fazer em casa, a receita está aqui. Não conheço nenhuma casa especializada em comida belga aqui em BH, infelizmente, porque eu ia ser frequentadora assídua! Entretanto, mesmo não sendo específicos, as batatas fritas do Duke’n’Duke são deliciosas e comi Waffles bem gostosos na Alessa Gelato.

IMG_0355.JPG

Itália

Quando se pensa em comida, pensa em comida italiana, certo? Pizza, Carpaccio, Lasanha, Gnocchi, Bruschetta, Spaghetti (apesar da sua origem ser obscura, uns falam que é chinês, outros árabe, outros italianos, a massa obteve a fama na Itália!), Risoto e de sobremesa o Gelatto. Da Itália, eu só conheço duas cidades, Milão e Verona (Romeu e Julieta, amor eterno!), mas já deu para perceber que quando se trata de comida, os italianos não brincam em serviço. Em Milão, existe um prato tradicional na cidade, chamado Risoto com Ossobuco, que é simplesmente incrível. Ele está presente na maioria dos cardápios, mas o original (e o que eu comi!) é o do Restaurante Savini, dentro da Galleria Vittorio Emanuele. Em BH, a Casa de Música (ex-Risoteria Sorriso!), no Lourdes, é especialista em risoto, e eu A-M-O! Em termos de Pizza, eu amo o Olegário, também em Lourdes, mas também são gostosas as do 68 Pizzaria, da Marília Pizzeria, todas em Lourdes. Os legítimos italianos mais famosos são: o Província Di Salerno , Maurizio Gallo e o Villa Roberti, mas não conheço nenhum, alguém indica?

IMG_0356-0.JPG

Esse post foi só o primeiro da série de comidas típicas, vocês gostaram? Ainda há muitos países para escrever sobre! Espero que tenham ficado com água na boca. Já foram em alguns desses restaurantes aqui em BH? Me indicam outros? Comentem!